Associação de Valorização do Património Cultural e Ambiental de Olhão

OLHÃO PARA O CIDADÃO

 

ACTIVIDADES

 

Ano de 2006 (desde Setembro):

  1. Início de actividades com as primeiras eleições para os órgãos sociais em 7 de Setembro

  2. Publicaram-se duas notícias no jornal “O Olhanense”( 15 de Agosto, 1 de Outubro) e um artigo de opinião em 15 de Dezembro);

  3. Envio de cartas de apresentação de cumprimentos à Câmara Municipal de Olhão e a todas as Juntas de Freguesia do Concelho (6 de Outubro);

  4. Entrada no IPPAR de processo administrativo para eventual classificação patrimonial dos mercados municipais (20 de Outubro) que ficou concluído em 2012, tendo sido classificado como Monumento de Interesse Público.

  5. Organização e participação na homenagem ao Dr. Francisco Fernandes Lopes, dia 27 de Outubro;

  6. Realização de jantar de Natal da APOS no restaurante “O Livramento” com uma refeição regional - feijoada de litão - e onde se distribuiu um artigo sobre gastronomia local (7 de Dezembro)

 

 

Ano de 2007:

 

1. Artigos publicados no Olhanense:

 

2. Realização de visitas culturais guiadas:

  • a Estói, acompanhados pelo Presidente da Junta de Freguesia de Estói (28 de Janeiro de 2007);

  •  ao Centro de Educação Ambiental do Parque Natural da Ria Formosa (1 de Abril) acompanhados pelo Eng. João Ministro;

  • à Ecoteca acompanhados por Fernando Cabrita, Jacinto Palma Dias, Fátima Monteiro e Rui Andrade (29 de Abril);

  • ao Caíque e Ria Formosa (27 de Maio).

  • à Quinta dos Correias, sobre o Vinho da Fuzeta e os vinhos do Algarve, acompanhados pelo  Dr. Luís Oliveira (Professor do Departamento de História e Arqueologia da Universidade do Algarve e um dos coordenadores do livro "A Vinha e o Vinho no Algarve" ), e do produtor do Vinho da Fuzeta, Carlos Silva e Sousa (Presidente da Confraria dos Enófilos e Gastronómos do Algarve).


Estoi,  28/01/07


Ecoteca, 29/04/07


Quinta dos Correias, 01/07/07


PNRF, 1/04/07


Caíque, 27/05/07

 

 

3. Organização da sessão de apresentação pública da APOS, na Sociedade Recreativa Olhanense (24 de Fevereiro), onde compareceram para mesa redonda o Presidente da Câmara Municipal de Olhão, o Vereador da Cultura, um representante da Delegação Regional do Instituto Português do Património Arquitectónico, e o Arquitecto Fernando Pessoa (Curso de Arquitectura Paisagista da Universidade do Algarve). Organização das duas palestras subsequentes à sessão pública e ocorridas dia 3 de Março (Adérito Vaz) e dia 10 de Março (José da Marta). Organização da exposição da APOS (ocorrida de 24 de Fevereiro e 10 de Março), anexa às sessões públicas, com 13 posters que se debruçaram sobre os temas APOS, Marim Romano, História de Olhão, Personalidades Olhanenses, Francisco Fernandes Lopes, Edifícios em processo de classificação, Ambiente; Olhão; Moncarapacho; Pechão; Quelfes. Nesta Exposição colaborámos com a Associação Foz-do-Êta que se responsabilizou pelo tema “Fuseta”.

 

4. Promoção e organização de uma regata de vela de cruzeiro ao Brasil em 2008, em comemoração da saída do caíque Bom Sucesso há cerca de 200 anos. Para isso contactou-se a Presidente da Associação Nacional de Cruzeiros e fez-se a proposta através de memorando escrito em 8 de Fevereiro, e à Câmara Municipal de Olhão no dia 19 de Março (ver página web de promoção). No dia 16 de Agosto endereçámos a proposta de fazer desta viagem um acontecimento para todo o Algarve a diversas entidades regionais com as quais reunimos: a AMAL ( 3 Setembro), o Governo Civil (25 Setembro).e a Região de Turismo do Algarve (17 de Outubro). No entanto, devido ao desinteresse e sucessivos atrasos da autarquia acabámos por desistir deste objetivo (ver notícia aqui).

 

5. Completámos em Abril a recuperação de uma série de artigos do Dr. Francisco Fernandes Lopes saídos no jornal “O Diabo”, em 1935, relativamente à passagem do Rei de Andorra por Olhão, e que pretendemos divulgar a propósito da homenagem que se lhe pretende fazer. Divulgámos este artigo em Outubro de 2007 pelo Instituto Camões Portugal, Embaixada de Portugal em Andorra, Embaixada de Andorra em Portugal, Ministério dos Negócios Estrangeiros e várias associações de portugueses em Andorra. Recebemos resposta do Instituto Camões, do Ministério dos Negócios Estrangeiros e da Embaixada do Principado de Andorra.

 

6. Enviámos em 5 de Abril uma carta pública ao Presidente da Câmara Municipal de Olhão com a enunciação de vários problemas detectados pelos sócios no Concelho. A Câmara Municipal não respondeu.

 

7. Elaborámos em Julho uma proposta de candidatura aos novos fundos comunitários no âmbito do Plano Operacional Regional do Algarve com o objectivo de recuperar o Bairro Histórico da Barreta em Olhão, que infelizmente a CMO inviabilizou com o argumento que estaria a fazer uma candidatura melhor pois englobaria toda a zona histórica de Olhão. Foi noticiado o sucedido na Agência Lusa (dia 8 de Agosto), jornais Observatório do Algarve e Barlavento (dia 9 de Agosto), Postal do Algarve (dia 23 Agosto) e Olhanense de dia 1 e dia 15 de Setembro.   No dia 28 de Setembro a APOS aproveitou a Assembleia Municipal para perguntar sobre o andamento da candidatura da CMO. O sr. Presidente da CMO respondeu que não aceitou o nosso projecto por ser competência da CMO, e não da APOS, escolher os parceiros para este tipo de projectos...

 

8. Entrada no IPPAR de processo administrativo para eventual classificação patrimonial da casa da família Baeta (19 de Fevereiro) e posterior envio do processo para classificação municipal para a autarquia (17 de Agosto). No Jornal "O Olhanense" de dia 1 de Outubro saiu um artigo sobre a Casa Baeta. A Câmara Municipal não nos deu ainda conhecimento do que pretende fazer.

 

9. A APOS enviou no dia 13 de Junho ao sr. Presidente da Câmara Municipal de Olhão uma carta solicitando informação sobre projecto de reconversão turística da área do actual circuito de manutenção de Olhão, em Pinheiros de Marim. Atendendo que o sr. Presidente da Câmara Municipal de Olhão não nos respondeu, endereçámos no dia 17 de Agosto uma carta ao Presidente da Mesa da Assembleia Municipal, e a todos os partidos políticos que têm assento nesta Assembleia, a solicitar informação se teriam conhecimento do assunto e se teriam alguma posição relativamente ao mesmo. No dia 28 de Setembro a APOS aproveitou a Assembleia Municipal para pôr mais uma vez esta questão, tendo o sr. Presidente da CMO respondido que nos responderá oportunamente...

O projecto em causa prevê a construção de dois aldeamentos turísticos, um hotel, um grande campo de golf, etc., numa vasta área que compreende não só o actual circuito de manutenção (que será eliminado) como toda a Quinta de Marim, entre outros terrenos.

Atendendo a Autarquia não ter disponibilizado informação do processo durante a sua fase de elaboração, o que é grave porque tal comportamento contraria ostensivamente a legislação em vigor (Art. 77 do DL 380/99 de 22 Setembro), a maioria dos olhanenses nunca souberam o que sucedeu e não tiveram oportunidade de exercer o seu direito de opinião.

No âmbito do período de Discussão Pública (ocorrido entre 15 de Outubro e 15 de Novembro de 2007) tivemos finalmente acesso aos documentos e elaborámos parecer relativo ao Plano de Pormenor de Ocupação Turístico-Cultural de Marim, Olhão – UOP2.

 

10. No último dia 22 de Setembro 2007, a APOS participou numa corrida de automóveis amigos do ambiente, de Faro a Quarteira, com um Toyota Prius, no âmbito da Exposição "Energias Renováveis – Fornos solares – Mobilidade Sustentável 2007" e do "Algarve Green Vehicle Challenge 2007". Ficámos em 2º lugar na categoria de automóveis híbridos. Tratou-se de uma actividade simpática de promoção publicitária da APOS e das questões ambientais.

 

11. Em conjunto com o Núcleo de Filatelia de Faro, elaborámos uma proposta (14 de Outubro de 2007) de organização de uma  Exposição de Filatelia comemorativa do bicentenário da revolta olhanense e da edição de um “inteiro postal” à Câmara Municipal de Olhão. A Câmara Municipal não deu resposta. No entanto, depois do nosso afastamento voluntário do processo, o Núcleo de Filatelia de Faro e a Câmara Municipal organizaram esta exposição de 7 Junho a 5 de Julho de 2008! Parabéns!

 

12. A APOS promoveu uma mesa redonda sobre Habitação Social, aberta ao público, no dia 24 de Novembro (sábado), às 15h, na Sociedade Recreativa Olhanense (saber mais).

 

13. Enviámos à Câmara Municipal de Olhão, à Câmara Municipal de Faro e à Associação de Municípios do Algarve (AMAL) uma carta dia 29 de Novembro de 2007, a solicitar informação sobre as razões que estarão por trás da ausência de progresso na construção da Ecovia do Litoral (via para ciclistas e peões já planeada e financiada por fundos comunitários) entre Faro e Olhão. Obtivemos resposta apenas da AMAL e da Câmara Municipal de Faro.

 

14. Jantar de Natal no restaurante “O Livramento” com uma refeição regional - xarém e caldeirada (7 de Dezembro).

 

15. Também em Dezembro fizemos com a SIC uma reportagem sobre Olhão.

 

16. A APOS foi convidada a fazer-se representar na Assembleia do Agrupamento Vertical Escola EB23 Professor Paula Nogueira (mandato a terminar em 2009).

Notícia saída na SIC, em Dezembro de 2007, sobre Olhão

 

 

Ano de 2008:

 

1. Realização de visitas culturais guiadas:

  • a S. Brás (à Calçadinha romana e ao Museu do Traje), acompanhados pelo Director do Museu do Traje (27 de Janeiro de 2008).

  • a Mértola, acompanhados pela Associação de Defesa do Património de Mértola, ao Centro de Amendoeira da Serra, à Associação e à Vila (19 de Abril de 2008).

  • às Torres de vigia de Olhão (Marim, Quatrim, Bias I, Bias II e Aires) em 25-05-2008.

  • a Olhão (circuito pedonal turístico-cultural dentro da cidade) em 27-07-2008


S. Brás, 27/01/08


Torre de Quatrim, 25/05/08

 


Mértola (Pulo do Lobo), 19/04/08


Circuito pedonal em Olhão, 27-07-08

2. No dia 1 de Janeiro criámos uma página dedicada às comemorações dos 200 anos da revolta olhanense onde disponibilizamos artigos e livros que temos vindo a editar em formato electrónico.

3. No dia 1 de Fevereiro enviámos aos partidos políticos com assento na Assembleia Municipal uma pedido de intervenção sobre a Casa Baeta. Saiu artigo no Olhanense de 15 de Março a noticiar estas diligências. Dia 29 de Fevereiro fomos à Assembleia Municipal assistir ao debate sobre a Casa Baeta e solicitámos informação sobre a Ecovia. Saiu novo artigo no Olhanense de dia 1 de Abril.

4. Em Fevereiro ajudámos a Escola EB23 Paula Nogueira no apoio aos alunos que concorreram ao concurso Zéthoven. Saiu nosso artigo no Olhanense de 15 de Março a explicar o sucedido.

5. Dia 10 de Março tivemos um encontro em Lisboa com o Sr. Embaixador do Principado de Andorra no qual prestámos esclarecimentos relativos à passagem de Boris Skossyreff por Olhão. O Sr. Embaixador deslocou-se a Olhão no dia 19 de Maio e, após contacto que efectuámos com a Câmara Municipal de Olhão, foi simpaticamente recebido pela sra. vice-presidente e o sr. vereador da Cultura.

6. No dia 18 de Março iniciámos a venda de uma t-shirt comemorativa dos 200 anos da revolta olhanense. N´O Olhanense de 1 de Abril saiu um artigo a fazer publicidade à t-shirt.

7. N' O Olhanense de 1 de Abril saiu artigo sobre a Barreta; no mesmo jornal de dia 1 e 15 de Maio e 1 e 15 de Junho saíram artigos sobre a revolta olhanense (baseado no que está publicado no nosso site).

8. Outros artigos saídos no Olhanense:

9.  Entrevista ao Presidente da APOS saída no jornal Brisas do Sul, de 31 de Julho de 2008.

10. Colaborámos com a Associação Hera na organização de passeio pedonal à Via Romana de Moncarapacho no dia 8 de Junho. Desde 2007, fizemos um esboço de projeto de valorização destes percursos pedonais, atendendo ao seu valor valor paisagístico e histórico. Contactámos informalmente a Casa do Povo de Moncarapacho, algumas empresas e a própria Junta de Freguesia. Fizemos uma visita com arqueólogos do Centro de Arqueologia de Tavira e outras visitas de estudo para tentar identificar o melhor percurso.

11. No dia 7 de Julho criámos uma Biblioteca  e Mediateca vitual onde disponibilizamos um conjunto crescente de artigos e livros que temos vindo a editar em formato electrónico. Em 2008 foram 17 livros e 4 vídeos!

12. Promovemos uma palestra sobre a viagem do caíque Bom Sucesso entre Olhão e o Rio de Janeiro, dada pelo Vice-almirante Alexandre Fonseca, no dia 12 de Julho, na Sociedade Recreativa Olhanense.

13. No dia 28 de Julho entregámos na Câmara Municipal de Olhão o nosso Parecer sobre os "Termos de Referência" do futuro Plano de Pormenor da Zona Histórica da Cidade de Olhão. No dia 22 de Julho enviámos uma reclamação à Inspecção-Geral da Administração Local atendendo ao facto de a Audição Pública não ter sido publicitada segundo a lei. No dia 11 de Agosto enviámos uma carta às bancadas partidárias da Assembleia Municipal a denunciar o assunto. No jornal Barlavento de dia 3 de Setembro é noticiado o assunto e no nosso Fórum colocámos um post para esclarecimento

14. Participámos na visita organizada pelo Elos Clube de Olhão ao Rio de Janeiro, entre 19 e 26 de Setembro, para comemoração do bicentenário da viagem do caíque Bom Sucesso. Fomos recebidos pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro, o Consulado de Portugal  e o Elos Clube do Rio de Janeiro. Regressámos com a proposta da Câmara Municipal do Rio de Janeiro de geminar a sua cidade com Olhão (saber mais).

15. No dia 15 de Dezembro fomos à Escola Secundária Francisco Fernandes Lopes  falar sobre o património olhanense.

16. No dia 28 de Dezembro organizámos um almoço de Natal que foi simultaneamente uma homenagem a António Loulé , atendendo ao seu grande protagonismo pelo processo de geminação entre Rio de Janeiro e Olhão (proposta por António Loulé em Dezembro de 2007), pela forma como a viagem comemorativa ao Rio de Janeiro decorreu, de 19 a 26 de Setembro , e pelo seu esforço em trazer uma medalha de Olhão de 1830 para o Museu Municipal. A APOS aproveitou para nomear como novos sócios honorários António Loulé e Rubens Andrade (Vereador da Câmara Municipal do Rio de Janeiro ).

 

Ano de 2009:

 

1. No dia 15 de Janeiro participámos no programa televisivo da SIC "Nós por cá" onde se abordaram os temas da poluição da Ria Formosa e a falta de transparência do Plano de Pormenor da Zona Histórica de Olhão.

 

 

2. No dia 31 de Janeiro (sábado) realizámos a primeira conferência do ciclo "Conferências sobre Personalidades Olhanenses" sobre o tema "Noticias e Imagens de Olhão antigo / Mendonça Cortez" para o qual convidámos o Dr. Alexandre Ramires na Sociedade Recreativa Olhanense.

 

3. No dia 7 de Fevereiro a APOS participou na primeira Conferência sobre a Ria Formosa, organizado pelo grupo da Tertúlia dos Cafetantes, na Escola Secundária Dr. Francisco Fernandes Lopes, em Olhão. Um resumo das conclusões pode ser visualizado no Fórum APOS aqui. Na foto vemos João Pereira, Dr. Nuno Grade (biólogo), António Paula Brito e Sílvia Padinho.

 

4. Em Fevereiro a APOS finalizou um Roteiro ou Guia Turístico e Cultural sobre Olhão, em português e inglês, cuja qualidade poderá ser verificada clicando ao lado. Tal como vem nos nossos estatutos, queremos desenvolver de forma sustentável a localidade através da manutenção e rentabilização económica do seu património , sempre a favor dos próprios olhanenses. Este roteiro é um nosso contributo, e é de alguma forma já História (porque a sua qualidade não se compara a nenhum outro que tenha sido elaborado nas últimas décadas), que poderá certamente ser importante para melhor vender a imagem da nossa terra e assim promover o comércio e o turismo, criando postos de trabalho e riqueza. A APOS criou esta oportunidade, as restantes forças vivas da terra poderão aproveitá-la ou não, sendo para isso necessário encontrar patrocinadores para publicação do roteiro.

5.  No dia 10 de Fevereiro enviámos uma carta ao Presidente da Câmara Municipal de Olhão para o sensibilizar sobre o valor patrimonial do edifício situado no canto entre a Avenida da Republica (nº de polícia 13) e a R. 18 de Junho (nº de polícia 1 a 3) que alegadamente está em perigo de demolição, apesar de se encontrar dentro da zona de protecção de um outro edifício em processo de classificação patrimonial – o edifício da Sociedade Recreativa Olhanense, na Av. da República, nº 14.

Sabendo-se que a legislação contempla uma zona de protecção de 50 metros para evitar desenquadrar edifícios classificados, cabe à Câmara Municipal decidir sobre a matéria, de acordo com a lei.

 

6. No dia 28 de Fevereiro (sábado) realizámos a segunda conferência do ciclo "Conferências sobre Personalidades Olhanenses" sobre o tema "Bartolomeu Constantino" para o qual convidámos a Joana Oliveira e António Paula Brito, na Sociedade Recreativa Olhanense.

Ver notícia aqui.

7. No dia 14 de Março (sábado) realizámos a terceira conferência do ciclo "Conferências sobre Personalidades Olhanenses" sobre o tema "Adriano Baptista" para o qual convidámos Renato de Almeida, na Sociedade Recreativa Olhanense.

 

 

8. No dia 28 de Março (sábado) realizámos a quarta conferência do ciclo "Conferências sobre Personalidades Olhanenses" sobre o tema "Diamantino Piloto" para o qual convidámos José da Marta, na Sociedade Recreativa Olhanense.

 

 

9. No dia 7 de Abril apoiámos uma visita de um colégio norte americano (Steele Canyon High School, de S. Diego, Califórnia) á Torre de Bias. A propósito do que se vê no local, este grupo de professores e alunos ouviram um pouco da História da Torre de Bias e da Fuseta, uma breve apresentação da Ria Formosa, das salinas e viveiros desta Ria e finalmente, da agricultura envolvente como o interesse das alfarrobeiras e sobreiros (e da cortiça). É uma comprovação de como é possível "vender" turisticamente o local, quando há imaginação para isso...

 

10. No dia 17 de Maio organizámos a primeira visita pedonal turística para cegos em Olhão. A APOS já elaborou um roteiro turístico de Olhão e tem organizado passeios turísticos pedonais na cidade, mas foi a primeira vez que organizou (em parceria com a ACAPO - Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal) um passeio deste género, que foi previamente estudado para esta população-alvo. Tratou-se de uma iniciativa cívica da APOS que pretende sensibilizar as maiorias, para as dificuldades e os direitos das minorias.

11. No dia 30 de Maio (sábado) realizámos a quinta conferência do ciclo "Conferências sobre Personalidades Olhanenses" sobre o tema "António Simões Júnior" para o qual convidámos Joaquim Silvestre, Manuel Madeira e Varela Pires, na Sociedade Recreativa Olhanense.

 

12. Primeira semana de Junho realizámos uma exposição dedicada a Olhão e seu património na escola "O Farol do Conhecimento" .

 

13. Entre o dia dia 16 de Junho e o dia 18 de Outubro apresentámos a Exposição “OLHÃO - HISTÓRIA E PATRIMÓNIO” para comemorar o dia da revolta olhanense (16 de Junho de 1808) e a travessia do caíque Bom Sucesso até ao Rio de Janeiro (6 de Julho a 22 de Setembro de 1808), no 1º piso do Centro Comercial Ria Shopping, em Olhão. Esta exposição compôs-se de posters sobre a História e Património do Concelho, incluindo Moncarapacho, Quelfes, Pechão e Fuseta. Num dos dias fizemos  uma projecção de fotos antigas de Olhão. As miniaturas dos posters encontram-se em baixo (clique para as ampliar em jpeg).


APOS

História de Olhão, origens, desenvolvimento, momentos mais importantes

História de Olhão, entre Napoleão e o Brasil

Personalidades olhanenses

Edifícios em processo de classificação

Francisco Fernandes Lopes

Francisco Fernandes Lopes

 

 

Gastronomia olhanense

Olhão

Moncarapacho

Fuseta

Pechão

Quelfes
   

 

14. Dia 18 de Setembro a APOS colaborou em tertúlia organizada pela MOJU sobre o tema "Olhão na Aldeia Global". Esta tertúlia inseriu-se no Festival Intercultural Olhares Sem Preconceito e incluiu ainda uma pequena exposição da APOS.

 

15. No dia 26 de Setembro (sábado) realizámos a conferência sobre o tema História da Casa dos Pescadores para o qual convidámos Joana Macedo, na Sociedade Recreativa Olhanense (ver notícia aqui).

16. Dia 3 de Outubro organizámos um debate entre candidatos autárquicos à Câmara Municipal de Olhão, na Escola Secundária Dr. Francisco Fernandes Lopes, em Olhão. Este debate foi a única tentativa de confrontar os diversos candidatos, e os seus programas, com a população de forma transparente. Apesar do bom nível do debate, lamentamos a ausência de muitos candidatos, da imprensa e do público em geral. Pode saber mais sobre o debate aqui.

 

17. No dia 28 de Novembro de 2009 fizemos uma homenagem à memória de Alberto Iria, na Sociedade Recreativa Olhanense, a propósito do 1º  Centenário do seu nascimento, com a colaboração e presença da Academia Portuguesa da História (presidente Prof.ª Dr.ª Manuela Mendonça), dos historiadores Dr. Teodomiro Neto, Dr. José António Martins e Conceição Pires, a família do homenageado, o representante do Governo Civil, da Casa do Algarve e do agrupamento Vertical das Escolas Alberto Iria.  (ver video aqui)

,

 

 

Ano de 2010:

 

1. No dia 16 de Janeiro fizemos mais uma homenagem à memória de Alberto Iria, na Biblioteca Municipal de Faro, a propósito do 1º  Centenário do seu nascimento, com a colaboração e presença da Directora Regional da Cultural (Dr.ª Dália Paulo), Dr. Teodomiro Neto, Conceição Pires e a família do homenageado.  Nesta sessão anunciámos a edição electrónica do livro de  Alberto Iria -  A invasão de Junot no Algarve - Edição da APOS,  2010 (versão em flash, clicar aqui).

2. No dia 27 de Fevereiro homenagem a Raul Veríssimo, por Manuel Madeira e a presença da família de Raul Veríssimo com apresentação do livro de poesia do homenageado  "Este pão que nos come". Poderá ainda ver o filme da sessão aqui.

3. No dia 20 de Março colaborámos no Projecto Limpar Portugal e fizemos um vídeo sobre o assunto que colocamos em anexo.

Ver ainda fotografias na Fuseta e no Cerro da Cabeça (Moncarapacho).

4. No dia 24 de Abril organizámos a conferência "Zé da Mónica - o antifascista improvável" da autoria de Idalécio Soares, na Sociedade Recreativa Olhanense. Nesta conferência foram dadas informações relevantes sobre a verdadeira história do assassinato de Zé da Mónica pela polícia política de Salazar em 1942. Saber mais sobre Zé da Mónica aqui...

 

5. No dia 22 de Maio de 2010, organizámos a conferência "Boris Skossyreff: o homem que quis ser rei em Andorra e acabou mano-rei em Olhão!" da autoria de António Paula Brito na Sociedade Recreativa Olhanense. Fizemos pela primeira vez a transmissão desta conferência pela internet em directo. Poderá ainda ver o filme em diferido aqui.

 

6. O Guia Turístico de Olhão, colocado primeiramente na internet em Fevereiro de 2009, foi publicado finalmente em papel no dia 18 de Maio de 2010, sem qualquer apoio público. No dia 29 de Maio apresentámos publicamente este Guia Turístico de Olhão, novamente na Sociedade Recreativa Olhanense. Compareceram a Direcção Regional da Cultura (arquitecto Octávio Câmara) e a Entidade Reguladora do Turismo do Algarve (dr. António Almeida Pires). Ver notícia aqui . Este guia trata-se para nós de um produto fundamental para a promoção da cidade, através da promoção das actividades económicas ligadas ao turismo e ao comércio. Actualmente vende-se aqui.

 

7. No dia 19 de Junho organizámos uma visita turística e cultural em Olhão, para alunos da Escola Secundária Dr. Francisco Fernandes Lopes, com a colaboração de dois professores.

 

8. No dia 29 de Setembro o presidente da APOS foi entrevistado por Lynne Booker para o jornal eletrónico de língua inglesa Algarve Daily News: ver artigo aqui.

 

9. No dia 16 de Outubro organizámos uma visita turística e cultural em Olhão, para residentes estrangeiros e em língua inglesa.

 

10. Continuámos a colocar vídeos sobre Olhão na nossa mediateca e a publicar artigos no jornal Brisas do Sul onde iniciámos a coleção Personalidades Olhanenses e Edifícios Olhanenses. Saímos ainda em diversos jornais nomeadamente n' O Algarve de 28 de Outubro.

 

11. Em Novembro publicámos o livro "Restauração dos Algarves ou os Heróis de Faro e Olhão" com o apoio da Direção Regional da Cultura do Algarve e a Câmara Municipal de Faro.

 

12. Em Dezembro estivemos presentes numa banca da Feira da ACRAL na Av. da República (dias 17, 18 e 19).

 

 

 

Ano de 2011:

1. Apresentação do livro "Restauração dos Algarves ou os Heróis de Faro e Olhão" na Biblioteca Municipal de Faro, dia 5 de Fevereiro de 2011, com a presença do Presidente da Câmara de Faro e da Diretora Regional da Cultura do Algarve e do orador principal, Prof. António Rosa Mendes. Este livro é uma peça de teatro editada em 1809, da autoria de Luis de Sequeira Oliva, patriota que lutava com a "pena" contra as Invasões Francesas. A APOS - Associação de Valorização do Património Cultural e Ambiental de Olhão - reeditou o livro em 2010, tendo sido o trabalho de atualização e contextualização de Edgar Cavaco (ver notícia aqui). A apresentação pode ser vista em vídeo:

2. Conferência aberta ao público intitulada "Olhão: a New York das conservas de peixe (1890-1945)" por Joaquim Manuel Vieira Rodrigues no dia 7 de Maio, na Sociedade Recreativa Olhanense. Joaquim Manuel Vieira Rodrigues é doutorado em História e fez o seu mestrado com a tese sobre A Indústria de Conservas de Peixe no Algarve (1865-1945). Nesta apresentação aberta ao público foram falados vários aspetos da indústria conserveira em Olhão, que tanto impacto tiveram na economia e sociologia local. Como é habitual, o público foi convidado a participar com os seus conhecimentos, especialmente as pessoas que trabalharam em fábricas. Ver vídeo da conferência aqui.

3. No dia 14 de Maio organizámos uma visita turística e cultural em Olhão, para residentes estrangeiros e em língua inglesa.
 

4. Apresentação do livro "Restauração dos Algarves ou os Heróis de Faro e Olhão" na Sociedade Recreativa Olhanense , dia 18 de Junho (sábado) de 2011, pelo sócio António Paula Brito e a presença dos jovens do projeto teatral Bom Sucesso (MOJU), dirigidos pelo actor Fernando Cabral  (ver notícia aqui).

Atuação dos jovens do projeto Bom Sucesso

Ator e professor Fernando Cabral


António Paula Brito

 

5. Apresentação do livro "O Novo Argonauta" publicado pela APOS em conjunto com o Elos Clube de Olhão, na Sociedade Recreativa Olhanense , dia 17 de Setembro de 2011, com os convidados Professor António Rosa Mendes,  Almirante Alexandre da Fonseca e, do Rio de Janeiro por videoconferência,  o Dr. Eduardo Nedehf (Marquês de Viana, doador do único exemplar da Medalha de Olhão na posse da autarquia, ofertado em 2009). Estiveram também presentes, além do presidente da APOS, Vitor Matias, e o sócio António Paula Brito, a presidente do Elos Clube de Olhão, Armanda Dourada, e ainda as entidades financiadoras, representadas pelo Dr. António Pina, Vice-presidente da Câmara Municipal, e a Dra Dália Paulo, Diretora Regional da Cultura (ver notícia aqui).

A apresentação pode ser vista em vídeo:

6. Organização do "Planeta em Movimento" em Olhão - movimento internacional que  se traduziu por promover ações de sensibilização pelos transportes ambientalmente sustentáveis em vários locais do mundo no dia 24 de Setembro de 2011. Em Olhão organizámos com a ajuda da "Associação Arte Equestre" a deslocação de mais de 85 pessoas a Faro (10 cavaleiros, 3 charretes com 8 pessoas, 57 ciclistas e mais 10 pessoas de comboio). Saber mais aqui e ver vídeo aqui.

7. No dia 20 de Outubro saiu no jornal O Barlavento uma entrevista de António Paula Brito, presidente da Direção cessante, sobre as atividades da APOS até ao momento. Ver aqui.

8. Em 17-18 de Dezembro estivemos presentes numa banca da Feira da ACRAL na Av. da República

 

 

Ano de 2012:

1. Em 26 de Maio colaborámos na divulgação da Conferência intitulada “ A região entre Faro e Tavira na época romana” pelo Dr. Luís Fraga da Silva, em Moncarapacho, a propósito da comemoração do 3º aniversário da Casa-Museu Dr. José Fernandes Mascarenhas. Luis Fraga da Silva é membro da Direção do Campo Arqueológico de Tavira e editor do site desta associação na internet (http://www.arkeotavira.com/). As comemorações foram promovidas pela Santa Casa da Misericórdia de Moncarapacho/Casa-Museu Dr. José Fernandes Mascarenhas, com a colaboração da APOS e a Escola Básica 2/3 Dr. António João Eusébio/Equipa do Museu Escolar.

2. Entrada em 20 de Outubro de 2006 no IPPAR de processo administrativo para eventual classificação patrimonial dos mercados municipais ficou concluído em 2012, tendo sido classificado como Monumento de Interesse Público.

 

 

Ano de 2013:

1. Em 2 de fevereiro de 2013, na Sociedade Recreativa Olhanense teve lugar a conferência "Os novos desafios da gestão local", com o convidado Prof. António Covas (Universidade do Algarve). Pretendeu-se discutir as reformas necessárias a fazer na gestão local, os ajustamentos das políticas municipais às exigências e desafios do presente e, sobretudo, refletir sobre como reinventar no futuro próximo a democracia participativa e o associativismo municipal, únicas formas de minimizar os custos sociais e políticos da atual "racionalização brutal" do dispositivo municipal.
Esta conferência inseriu-se num ciclo de conferências organizado pela APOS, denominado "(RE)PENSAR OLHÃO", sendo a entrada livre. A conferência pode ser vista em vídeo em http://vimeo.com/58818400
 

2. Em 6 de Abril de 2013, na Sociedade Recreativa Olhanense teve lugar a conferência "A Baixa Comercial de Olhão – Fim do Comércio?”, com um representante da ACRAL (Álvaro Viegas) e da APOS (Vítor Matias), moderado pelo jornalista Carlos Branco. Com os novos formatos comerciais suburbanos surgem, necessariamente, mudanças nos hábitos de consumo. O centro terciariza-se e desertifica fora dos horários de funcionamento dos serviços e do comércio. A Baixa Comercial de Olhão não fugiu a esta tendência e cada ano que passa a agonia deste espaço da cidade agoniza-se. Como responder aos desafios do desenvolvimento sustentável e assegurar um urbanismo que favoreça uma actividade comercial equlibrada? Infelizmente devido a problemas técnicos não foi possível gravar a conferência com qualidade.
Esta conferência inseriu-se no ciclo de conferências organizado pela APOS, denominado "(RE)PENSAR OLHÃO", sendo a entrada livre.

 

3. No dia 1 de Maio o presidente da APOS (Vítor Matias) integrou o júri do 1º concurso de "Os Maios", organizado pela associação DICA - Desenvolvimento, Inclusão, Cultura e Ambiente. 

 

4. Em 4 de Maio, na Sociedade Recreativa Olhanense teve lugar a conferência “Ria Formosa: Perigos e Riquezas”, com o Prof. João Alveirinho Dias, moderado pelo jornalista Carlos Branco e o presidente da APOS, Vítor Matias. Esta conferência inseriu-se no Ciclo de Conferências (Re) Pensar Olhão organizado pela APOS. A conferência pode ser vista em vídeo em http://youtu.be/tZ6Q3ukB8Mg

 

5. Em 30 de Novembro na Sociedade Recreativa Olhanense teve lugar a conferência “A mal sabida Olhão de
Francisco Fernandes Lopes" por Andreia Fidalgo (Licenciada em Património Cultural, e com o Mestrado em História do Algarve, com a tese final sobre Francisco Fernandes Lopes)


 

Ano de 2014:

1. No dia 22 de Julho colaborámos em reportagem de Sara Pelicano para o website Café Portugal.

2. No dia 26 de Agosto colaborámos em reportagem da RTP sobre a proposta de plano de reabilitação da zona histórica de Olhão.

3. Nos dias 5-6-7 de Setembro colaborámos em Sarau na Sociedade Recreativa Olhanense (da iniciativa de Osvaldo Rocha e Célia Mendes, com apresentação de livros, palestras, poesia, concertos, dança, pintura, cinema, cultura algarvia) onde construímos uma exposição sobre o concelho e uma tertúlia sobre Olhão com António Paula Brito (moderador), Vitor Matias, Conceição Pires, Graciete Guerreiro, Eduardo Cruz,  João Bonança e David Calado.


Foto de
 Ana Omelete

4. Dia 16 de dezembro elaborámos e enviámos para a CMO os nossos contributos para o novo Plano Diretor Municipal, a produzir no concelho.

 

Ano de 2015:

1. Sessão pública sobre «A promiscuidade na Administração Local», organizada pela APOS, com Paulo Morais (vice-presidente da Transparência e Integridade Associação Cívica) no auditório da Biblioteca Municipal de Olhão, dia 28 de Março de 2015. Ver em http://youtu.be/K8rA6DBJd1Q

2.   Sessão pública sobre a "Arquitectura de Olhão: O projecto do arquitecto Carlos Ramos para o Bairro dos Pescadores", por Sofia Mendonça Teixeira, organizado pela APOS no dia 9 de Maio de 2015, na Sociedade Recreativa Olhanense. Ver em http://youtu.be/jbLZiGJzLMc

3. Visita cultural guiada a Moncarapacho, dia 24 de Outubro de 2015, com Idalécio Soares, estudioso da sua terra, Moncarapacho, professor deHistória reformado e atual  coordenador da nova Casa-Museu Dr. José Fernandes Mascarenhas. O passeio teve início na Igreja Matriz e seguiu para a Igreja da Misericórdia, Igreja de Sto Cristo e Museu Paroquial, finalizando na Casa-Museu Dr. José Fernandes Mascarenhas, com duração de 2 h.

 

Ano de 2016:

1. Visita guiada ao Museu da Indústria Conserveira de Portimão no dia 13 de Março.

2. Visita turística e cultural em Olhão, guiada pela APOS, com alunos e professores da Universidade Sénior de Portimão, no dia 2 de julho.

3. Reunião com a associação Almargem em Loulé no dia 23 de setembro.

4. Visita guiada ao Olival Monterosa em Moncarapacho, dia 15 de outubro, com o apoio da empresa e guiados pelo sr. António Duarte. No final fomos brindados com uma prova de azeites produzidos por esta empresa e ainda adquirimos alguns conhecimentos que nos poderão levar a uma melhor escolha do azeite que consumimos. De realçar com agrado que na produção do azeite esta empresa segue uma prática ambientalista e de reciclagem. Podem saber mais sobre esta empresa do nosso concelho emFoto de Alexandre da Maia Cabrita http://www.monterosa-oliveoil.com

5. Participação através de António Paula Brito (vice-presidente) na mesa da reunião pública sobre o Plano de Pormenor de Reabilitação da Zona Histórica de Olhão, na Sociedade Recreativa Progresso Olhanense, dia 11 de novembro.

6. Participação através de António Paula Brito (vice-presidente) na mesa da apresentação pública do livro "Francisco Fernandes Lopes, Historiador do Algarve" de Andreia Fidalgo, a convite da editora Sul, Sol e Sal, no dia 19 de novembro.

7. Elaboração do parecer da APOS 2016 sobre o Plano de Pormenor de Reabilitação da Zona Histórica de Olhão, enviado dia 28 de novembro para a Câmara Municipal, dentro do período de discussão pública regulamentar.

 

Ano de 2017:

1. No dia 4 de fevereiro, organização de oferta de livros do espaço abandonado na Rua do Alportel, em Faro, que pertenceu à Livraria Simões. A nosso convite, deslocaram-se ao local para fazerem a sua recolha de livros entidades como a Biblioteca Municipal de Olhão, a Junta de Freguesia de Olhão, o Agrupamento de Escolas Francisco Fernandes Lopes, o Cineclube de Faro, o Exército Português e associações culturais de todo o País. Finalmente, no dia 4 de fevereiro abrimos as portas ao público em geral. Ver artigo sobre o assunto publicado no jornal Barlavento.

2. No dia 6 de maio, organização de visita guiada à Via Romana de Moncarapacho, orientada por Hugo Oliveira (arqueólogo da Câmara Municipal de Olhão)que foi uma oportunidade para conhecer os vestígios desta via romana que fazia parte da rede de estradas construídas pelo antigo Império Romano. Para conhecimento e divulgação, recordamos anterior projeto feito pela associação em 2008 sobre este assunto aqui.

3. No dia 27 de maio de 2017, quase um ano após a sua morte (dia 28 de maio de 2016) a APOS organizou uma homenagem ao poeta humanista e antifascista sem medo Manuel Madeira. Além dos amigos, foram convidados a Adriana Nogueira (Profª da UALG) para comentar a poesia, o José Castanheira (membro do PCP responsável pela proposta de atribuição da medalha de Ouro do município) para comentar a sua biografia antifascista associada ao PCP e António Paula Brito para moderar a mesa.Para ver o vídeo clique aqui.